Corrida por Walace pode criar leilão e resolver problema do Grêmio


Fonte: Uol Esportes

Walace é alvo de uma série de clubes na Europa e pode deixar o Grêmio
Walace é alvo de mais de uma dezena de clubes. Na última semana, jornais de Itália e França revelaram desejo de outras sete equipes em contar com ele. Somados aos cinco ingleses que já haviam sondado o jogador, doze europeus, ao menos, já teriam buscado informações sobre o volante de 21 anos. E a corrida pode gerar um leilão que favorece ao Grêmio.

O time gaúcho promete não facilitar. Quer ao menos 15 milhões de euros (R$ 51,3 milhões) por Walace. O clube tem 80% dos direitos econômicos do atleta. Ou seja, receberia R$ 41 milhões.

Como calcula um orçamento de R$ 61 milhões em vendas de jogadores, a entrada de tal verba praticamente garantiria a manutenção de Luan, já que o restante do valor poderia ser completado com negócios menores ou mesmo poupando-se em outras pontas do clube, como folha de pagamento.

Além disso, a concorrência só traz benefícios aos gremistas. Se um ou mais clubes resolverem apresentar propostas, é possível trabalhar com os valores, estabelecendo uma espécie de 'leilão'. Quem fizer o melhor lance, leva.

Para contemplar os R$ 61 milhões apenas com Walace, a venda gremista precisaria bater a casa dos R$ 76,2 milhões. Convertendo para euros, a proposta precisaria atingir 22,2 milhões.

Franceses, italianos, ingleses...

Na última semana, sites especializados em mercado na França e na Itália colocaram mais cinco clubes na briga por Walace. Fiorentina, Juventus, Lazio, Milan e Bologna, segundo o site Calciomercatto, buscaram informações sobre o atleta. Fiorentina e Milan seriam os mais interessados. Além disso, o L'Equipe, da França, citou o gremista como desejo de Monaco e Lyon. Na Inglaterra, Leicester City e outros quatro clubes teriam sondado o jogador.

Campeão olímpico com a seleção brasileira, com uma convocação para o time principal, 45 jogos disputados no Grêmio e cinco gols marcados em 2016, Walace se vê pronto para um passo maior na carreira. Quer jogar na Europa, só não tem data para isso.

No ano passado o Grêmio rejeitou uma oferta de 10 milhões de euros (R$ 34,2 milhões na cotação atual), do Espanyol, de Barcelona. Queria valor maior, e pretende conseguir isso nesta janela, ou no máximo na do meio do ano. Até porque seu vínculo vence em junho de 2018 e no último ano de ligação ao clube os valores tendem a ser menores e a venda pressionada pelo fim do vínculo.

A direção gremista garante não ter qualquer proposta oficial pelo jogador. A abertura oficial da janela de transferências, nos primeiros dias de janeiro, deve significar o começo da 'corrida' pelo marcador.

Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

29/3/2017








28/3/2017

















Recebeu proposta - 10:04 (21)

Zagueiro recebeu duas propostas para sair